quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Relacionamentos..quantas dúvidas!


É..eu sei que esse tema é polêmico e que não há como generalizar e enquadrar vários pensamentos no formato do meu, muito menos explorar em algumas linhas os infinitos desejos de nós mulheres, mas começo falando de relacionamentos amorosos na primeira pessoa do singular.A chave do coração provavelmente será o tema que vocês mais se habituarão a encontrar na "minha bolsa".
Sim, relacionamento é uma coisa complicada mesmo meninas, já passei por alguns(nem tantos assim) e até agora não consigo responder várias das minhas perguntas.
Ao longo dos meus vinte e poucos anos cheguei a uma dolorosa conclusão.
Penso que o coração não deveria ouvir o que a boca pede.É sério!Analisem comigo:
Quando estou num relacionamento daqueles de pizza no sábado a noite, filminho e fantástico todo domingo, implorooo um namorado baladeiro, afinal seria e-mo-cionante virar noites e noites na balada ao som de muita música, bebida e um pouco de agitação não é?
É!bom, pelo menos deveria ser!
Mas quando tenho um namorado que sai de segunda a segunda, adora balada, cerveja e é doidera?
-Aiiinn que saudades de ficar em casa!
Outro exemplo prático.Quem nunca ouviu uma amiga reclamando aos quatro ventos que homem bonito da trabalho?
Gente..experiência própria, homem feio também dá!
Tudo isso é muito complicado!rs e pra complicar um pouco mais eu tenho uma facilidade incrível em mudar de opinião e principalmente me culpar, chega a ser impressionante.Vamos lá:
Se terminou porque não existia amor:
-Talvez eu não estivesse tão afim, não me entreguei o quanto deveria, não fui sincera com o amor dele.
Se terminou por traição:
-É porque eu sei que estou realmente um pouquinho acima do peso, não me cuidei, tô uma monstra, e sabe como é, homem é homem.
Se terminou porque existia amor demais:
-É porque eu sufoquei, não deixei que ele sentisse a minha falta,fiz tudo que podia e não podia pra esse amor dar certo e não deixei que ele cumprisse com o seu papel.
Aff!o que eu quero dos homens então?
É..na verdade quero tudo certinho, sem que me dê trabalho, tenho pavor de ter que ficar pensando aonde ele está, com quem ele está, se está mentindo(isso que não me considero uma pessoa ciumenta)
Quero um homem que me dê um beijo de boa noite de segunda a sexta, curta uma balada nervosa com direito a bebida, sexo e muita música aos sábados(isso não quer dizer que eu goste de sexo só aos sábados!) e no domingo assista ao Fantástico deitado em um colchão no chão da minha sala fazendo cafuné na minha cabeça, me vendo descabelada e mesmo assim dizendo que estou linda.rs
Brigamos, amamos, comemos, rimos...ai ai!é claro que tudo isso sem cair na rotina né..odeio rotina!rs

Sinceramente, não sei do que eu gosto, não tenho um biotipo de homem ideal:Bonito ou feio, baladeiro ou caseiro, recatado ou assanhado..sei lá!
e vcs aí, o que acham de tudo isso?isso acontece só comigo?

13 comentários:

  1. Wal, acho que toda mulher mulher mesmo é cheia de dúvidas. Em especial nos relacionamentos. Eu mesma, odeio grude. E volta e meia me pego querendo alguém no meu pé. Vai entender.
    De qualquer forma, acho que se a gente fosse tão complicada assim, eles ficavam tentando desvendar uma só, e não procurando um monte com complicações diferentes!
    rsrs
    Tá, tá... a gente é complicada sim. Mas eles também!
    hahaha
    Beijoo

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Querida Wal...
    Eu também sou assim, você não é a unica nesse dilema...
    Eu sempre quero mais, nunca estou satisfeita, logo fico sozinha, porque antes só do que mal acompanhada!
    Mais, pra todo pé cansado tem um chinelo velho!
    hehehehehe
    Ainda há esperança!!!

    ResponderExcluir
  4. hehehe
    não, definitivamente não é só contigo!
    o problema tá no equilíbrio de tudo e na sintonia entre duas pessoas.
    equilíbrio e sintonia difíceis de se coordenar.

    ResponderExcluir
  5. HAHA engraçado. Mas nada anormal.
    =)

    O que vc quis dizer com "Gente..experiência própria, homem feio também dá!"
    Eu achei que eu dava trabalho por ser bonito, será que eu sou feio..? Oo
    (minha mãe diz que eu sou bonito)

    ResponderExcluir
  6. Bom Wal, quem sou para dizer que você é complicada?? rsrsrs
    A verdade é que, por esses dias, eu estive pensando e conclui que sou o meio termo - nem mt baladeira e nem mt caseira - logo, fica mais difícil para eu arrumar alguém compatível, visto que homens, geralmente, não são meio termo. Acho que a Mayara tem razão "equilibrio e sintonia difícies de coordenar"...Então, fica de boa ;)

    ResponderExcluir
  7. Uiiiii Senhora perfeitinha.!!
    kkkkkkkkkkkkkkk
    eu tinha que falar..!!
    =D (p/ Larissa)

    ResponderExcluir
  8. Ainda bem que os Raimundos dedicaram uma música ao tema. Ninguém aqui é de fases, hehe...

    =P

    ResponderExcluir
  9. Nossas confusões são comuns. Não que sejamos volúveis, mas os momentos acabam pedindo alguém que se adeque a eles. Não precisa e nem deve ser um para cada momento, mas como Wal diz, aquele que tope somar os mesmos momentos. Também precisamos somar nos momentos deles e não só querer que eles se adequem aos nossos momentos. Mas isso é assunto pra um outro texto... E Wal, todos temos disso, fica tranquila, gata. Beijus.

    ResponderExcluir
  10. Akeryus!

    tudo isso só pra ouvir um elogio!?

    kkkkkkk

    ResponderExcluir
  11. Não se lembra do comentário nos outros textos! Nós homens tb precisamos de elogio..!! =D (mesmo que seja mentira, só para levantar o astral)
    hehehehehehe

    Wal - O seu foi o melhor texto por enquanto, sem preconceito estereotipados, apenas a verdade, sem insanidade feminista. Gostei. =)

    ResponderExcluir
  12. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  13. Haha... Quantas dúvidas!´O número só não é maior do que quando vc está solteira e todas as possibilidades desfilam pela frente, todas juntas.

    =)

    ResponderExcluir