terça-feira, 26 de janeiro de 2010

O tenho medo do futuro, medo do inseguro, dos fantamas da minha voz...


O que tem na minha bolsa hoje?

Hoje tem o medo do futuro...

Abri minha bolsa hoje e tudo estava escuro, muito escuro.

Quando a gente é criança os pais ficam com aquele papinho besta de você vai ter que estudar,formar-se (esse é o que eu tenho mais medo),trabalhar, arranjar um bom marido, povoar o mundo etc e tal. Fico com o me formar e trabalhar, o resto já tem muita gente por ai que faz isso, eu abro mão, obrigada!

Meu conflito é enorme, quando estava no ensino médio cada dia eu queria fazer uma coisa diferente, quando tive que escolher, escolhi o curso de Direito (que não ta sendo tão direito assim), o que particularmente não tem muita coisa a haver comigo, mais enfim, diante do dilema e da indecisão eu fui estudar, e aqui estou no sexto ano do curso de direito (normalmente é cursado em cinco). E cada dia ficava pensando é isso mesmo que eu quero?

E os dias passando, e eu cada vez mais desesperada pensando o que faria com meu tão sonhado canudo de Bacharel em Direito, (muita m****, pregar na parede no maximo ).

E nessa caminhada agonizante que foi minha graduação me deparei com um estagio, em um lugar que muita gente tem pavor, uma delegacia. A primeira coisa que escutei: “Hein mocinha isso não é lugar pra mulher!” Não é lugar pra qualquer mulher, porque pra agüentar o tranco não é qualquer uma. Não pensei duas vezes, e cai de cabeça no estagio. No principio foi chocante, não dormia pensando nas coisas que eu via, na historias que me contavam e tive que ser como a Rita Lee, mais macho que muito homem. Confesso que, não tive medo, apenas me deixei levar pelas novas experiências, e que experiências, em 10 meses que estive lá poderia escrever um livro com as historias que escutei e vivi. E depois de muito bater a cabeça por ai, finalmente encontrei o destino pro meu diploma de bacharel... Vou ser policial, delegada assim espero, arma na cinta, distintivo no pescoço, e um par de algemas (que serão bem úteis em ladrões de todos os gêneros, inclusive os do coração) e saber que tudo que eu estudei não será em vão, isso me trás uma luz no fundo da bolsa, que em breve (eu espero) estará cheia de romances policiais.

Obs. Romances no sentido de narrativas ou historias porque nesse meio policial ter um romance é quase impossivel... (Já tentei, porem sem êxito)

Obs.2 a foto ilustrando é da personagem Lilly Rush do seriado Cold Case da Wanner Channel, que é um dos seriados que eu mais adoro, depois de Bones e CSI.

7 comentários:

  1. Mari, amore mio.
    Me identifiquei extremamente com este texto. Depois de 5 anos estudando Desenho Industrial e pegando meu canudo daqui 3 semanas, cá estou, também, morrendo de medo.
    Mas sabe o que eu acho mais legal nisso? Que mesmo escolhendo os caminhos tortos, você decidiu por uma coisa que te define muito bem: imposição.
    Você é pequena mas faz estrago, minha filha. E só falta as algemas pra completar sua pose. hahaha
    Acho muito válido você se utilizar delas em todos os tipos de ladrão que encontrar. hahaha
    Adorei! Adorei!

    ResponderExcluir
  2. Tb tive medo. É normal para os recém-formados. Junto com o diploma vem a dúvida: o curso escolhido foi o certo? eu tenho dom? o que eu vou ser quando crescer, se eu já cresci? Triste. Mas depois passa e a vida se encaminha. Td mundo tem seu espaço e o que tem de fazer é cuidar dele. Tem gente que tem espaço, mas que não sabe cuidar, vc vai saber cuida. Sou contra a policia, vc sabe. A policia é suja, corrupta...Mas, vc leva jeito. Vou torcer para que não se corrompa! E não esqueça de fazer bom uso das algemas, hauahuahauha.

    ResponderExcluir
  3. Hehehehe
    eu ainda nao cresci! tenho 1.50
    hahahaahahaha
    e as algemas sempre para bom uso!

    ResponderExcluir
  4. Linda Mari. Sua grandeza está no potencial da sua personalidade. E, convenhamos, que potencial hein garota. Gosto demais do seu jeito imponente para uma aparente pequena garota. Te adoro e vou trocer para dar tudo certo na sua empreitada pós-canudo. Linda e Gata.

    ResponderExcluir
  5. Vou roubar uma de suas idéias Mari e colocar nessa frase aqui, ve se vc se identifica:
    -"Ai que tudoooo, até que enfim vou poder olhar uma policial nos olhos"... hehe

    ADOREIIIII

    Beijos garota linda...
    Sucessoooo

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. A Mari é a MARI.
    E com uma bolsa que tem mais que baton e espelhinho.
    \o

    ResponderExcluir